SIM Digital: veja como atualizar e como investir

ANÚNCIOS

Atualizar o seu SIM Digital requer seguir alguns passos. Mas, por ser um empréstimo digital de fácil acesso e com taxas leves, os empreendedores buscam muito o crédito. O primeiro passo para consegui-lo é baixar o app do Caixa Tem: com ele, é possível movimentar o dinheiro do SIM Digital com praticidade.

As pessoas que receberam o auxílio emergencial por causa da pandemia também podem solicitar o SIM Digital. A Caixa Econômica verifica o cadastro delas e faz uma avaliação para conceder o benefício. O banco recomenda, ainda, que quem usa o app atualize o app para manter em dia a situação cadastral. 

Quem quer obter o microcrédito precisa saber que há diferenças entre o SIM Digital e o crédito via Caixa Tem: enquanto o primeiro tem o lastro do Fundo Garantidor de Microfinanças (FGM), o benefício do app é para clientes que não foram negativados. Além disso, o FGM está disponível para a maioria dos bancos, mas só a Caixa opera com a garantia do fundo.

A Caixa recomenda a quem quer obter o empréstimo a atualização do app do Caixa Tem. Foto: Estadão Conteúdo

Dados gerais dos contratos de empréstimo

Só neste mês de abril foram realizadas 600 mil solicitações para obter o Microcrédito Digital para Empreendedores (SIM Digital), sendo 900 mil operações com o valor fornecido pelo banco, tanto com o SIM Digital como com o crédito via app. Além disso, 83% do total de pedidos para obter o crédito vieram de pessoas sem permissão para obter o seu empréstimo do banco. 

Isso ajuda a explicar porque o valor médio obtido pelos negativados (R$ 778,31) é maior que a quantia dos outros 102 mil que não estão devendo a algum banco (R$ 735,50), que são um quinto do total dos que pediram o microcrédito.

A diferença fica mais clara quando se vê os valores para cada um dos dois tipos de cliente: enquanto os negativados ganharam, ao todo, R$ 388 mi, o total para quem está regularizado não chega nem a um quinto desse número —atinge apenas R$ 75,7 mi. 

Ou seja: a crise econômica está atraindo as pessoas que estão com problemas em suas contas a obter novas chances com empréstimos. É por isso que a Caixa procura aliviar a situação, oferecendo crédito com ótimos valores para iniciar um negócio.

Imagem com uma mão e vários ícones de faixada de mercados
Os novos investidores aparecem entre os que buscam atualizar o SIM Digital. Foto: Reprodução/UOL

Veja abaixo as dicas sobre como instalar o app do Caixa Tem para movimentar o SIM Digital:

Informações sobre o crédito da Caixa para o empréstimo

As pessoas físicas podem obter os empréstimos no valor de até R$ 1 mil, com taxa de 1,95% por mês. O valor tem prazo para ser quitado em até dois anos (24 meses). Mas, atenção! Para conceder o crédito a quem usa o app, a Caixa procura saber antes se a pessoa trabalha com alguma prestação de serviço, isto é, se tem algum negócio ativo, mesmo sem ter criado uma pessoa jurídica. 

Ainda sobre essa questão, os Microempreendedores Individuais (MEIs) também devem estar atentos a como obter o SIM Digital. Para eles, a solicitação para obter seu crédito deve ser feita junto a Caixa, tendo que ser feita de forma presencial. 

Outro objetivo da Caixa é ativar a economia através do empreendedorismo. Por isso, os microempreendedores individuais podem realizar empréstimos de até R$ 3 mil, com taxas de 1,99% ao mês, com pagamento em até 2 anos.

Contudo, os especialistas em economia apontam que é mais viável pagar as suas dívidas nesse momento e procurar investir a longo prazo, evitando riscos com o crédito obtido. Assim, os negativados limpam o seu nome e têm mais chances de iniciar o próprio negócio, por exemplo.

Consegui o empréstimo. E agora?

Existem vários caminhos para realizar o seu negócio sustentável com o SIM Digital a longo prazo. Uma delas é criar um negócio pequeno, como vendas no varejo, por exemplo. Outra solução também é contar com algum projeto social, focando em algum problema na sua própria comunidade, investindo com calma.

A tendência para o período após a crise do coronavírus são os mercadinhos, as mercearias e os armazéns. O aumento nos preços da gasolina e dos alimentos em geral reforça a criação desses negócios: mais de 400 mil foram criados só este ano e os MEIs são a maioria. Dessa forma, investir aos poucos se torna útil para quem busca ganhar mais dinheiro e até limpar o seu nome.

Estrutura em 3D de uma cozinha fantasma
Exemplo de estrutura de uma cozinha fantasma (dark kitchen). Fonte: Kitchen Central.

Os deliveries também mostram uma nova oportunidade, já que quem quer investir pode ter menos custos. Em relação a essa estratégia, os empreendedores do ramo de alimentação com entrega em casa estão procurando montar as dark kitchens.

As cozinhas fantasmas, como também são conhecidas, têm como vantagem não precisar receber seus clientes no local. Junto a esse fator, havendo as entregas a domicílio não é mais necessário ter espaço para a clientes.